E a minha alma alegra-se com seu sorriso, um sorriso amplo e humano, como o aplauso de uma multidão...{Fernando Pessoa}

Se refletem no meu Espelho...

Em 2014,para VOCÊS...

Quero que você se sinta bem e forte para realizar tudo que deseja. 
Quero que você não perca a capacidade bonita de sonhar. 
Quero que você não seja tão exigente com os outros 
e enxergue que ninguém vai ser perfeito. 
Nem no ano que vem e nem daqui a dez anos. 
Quero que você entenda que a vida fica 
bem melhor quando é dividida com alguém especial. 
 
Quero que você faça uma limpeza nos pensamentos, 
nos sentimentos e nas amizades. 
Fique com o que é bom, com o que acrescenta, com o que agrega. 
Quero que você não perca a fé. 
Muito menos a esperança. 
Quero que você tenha uma dose de paz, 
uma de saúde, uma de sorte e uma de amor. 
E se quiser se embriagar, tudo bem. 

Se embriague de VIDA, de PAIXÃO, de AMOR.
QUE 2014 SEJA O SEU ANO, EM TUDO...

É simples...

No silêncio do coração,
há um lugar que não sabe fazer nada.
É lá que nos descobrimos em nosso primeiro significado.
É ele também o nosso lado mais sedutor.
É ele que faz com que as pessoas se apaixonem por nós.
É justamente por isso que ele tem que ser
bem descoberto, de maneira que,
quando façamos o que quer que seja,
tudo o que fizermos tenha as marcas do que somos.
É simples.

De confiar...

Fé é essencial. 
É o jeito mais sereno e forte de confiar. 
Acredite, você nâo está sozinho. 
Esteja sempre pronto pra 
ouvir, pra sentir, pra ver. 
Deus se manifesta o tempo todo, 
em todos os lugares, basta acreditar...

No coração...

Enfeite a árvore de sua vida
com guirlandas de gratidão!
Coloque no coração
laços de cetim
rosa, amarelo,
azul, carmim,
Decore seu olhar
com luzes brilhantes
estendendo as cores em seu semblante.
Em sua lista de presentes
em cada caixinha
embrulhe um pedacinho de amor,
carinho, ternura,
reconciliação, perdão!
Tem presente de montão
no estoque do nosso coração
e não custa um tostão!
A hora é agora!
Enfeite seu interior!
Sejas diferente!
Sejas reluzente!

Por e com Amor, desejos para VOCÊ...

Que este Natal e Ano Novo sejam mais do que 
confraternizações porque todos os momentos, 
em especial este novo ano, deverão ser iluminados, 
abençoados e que os 365 dias, sejam vividos na sua totalidade. 
Já que Natal significa: renascer. 
Paz, conquista, compreensão, reflexão, prosperidade. 
Que o seu dia de Natal seja mais que especial. 
Que a prosperidade faça sempre parte de todos os seus instantes. 
Que a vida lhe presenteie com toda a felicidade deste mundo.
Esses são os meus mais sinceros votos para 
você que me visita, nesta data tão única. 
Feliz Natal e Ano Novo!

VIVA..só isso...

Deixe ir. Abra as portas, as janelas, o coração. 
Deixe ir, sair, fluir, vir. Deixa. Solta. Espera.
Tudo tem seu tempo. 
Não tente ter controle sobre tudo, você nunca terá. 
A vida simplesmente acontece no tempo dela. 
A flor desabrocha no momento de explosão de luz, aroma e cor. 
A borboleta rompe o casulo no momento de maturidade natural, 
se provocada antes da hora se arrastará para sempre. 
A criança só nasce no seu tempo dia e hora, 
prematura ou de tempo é no seu tempo. 
Aguarda, tudo tem seu tempo. 
Esperar é confiar, acreditar, ter fé. 
 
Quando a gente não atropela a vida, tudo dá certo, 
tudo acontece como deve acontecer.
Não se aflija, não tenha pressa, a hora certa vai chegar na hora certa. 
É assim que é, por mais que a gente queira apressar as coisas, 
elas só acontecem quando querem ou quando devem. 
Enquanto espera, viva! Só isso. 
Caminhe mas não deixe de apreciar a paisagem.
Não se "preocupe" apenas ocupe-se do que esta aqui agora. 
Viva seu presente intensamente, 
cada momento, cada minuto, cada sorriso. 
O depois só será bom quando for presente.

Raridade...


E DEUS...
Escuto sua fala. Calo-me com seu silêncio.
Apiedo-me de suas angústias. 
Tenho afeição por sua essência.
Compreendo suas respostas. 
Agrego suas doçuras.
Aceito seu destino. 
Respeito suas razões 
Canto a sua alegria. 
Agradeço sua existência.
Respeito o sagrado que há em você

Talvez o AMOR...

Talvez o amor seja uma necessidade tão básica quanto a fome e a sede.
Os blockbusters água-com-açúcar, sobretudo com galã gentil e 
grisalho envolvido, faturam tanto quanto a água mineral e os bons restaurantes.
O que os sedentos e famintos fazem em nome da saciedade?
Lutam, se expoem, vão à luta.
Sem medo. Sem vergonha. Sem noção.
Correndo cegos atrás do ruído estridente de um alarme biológico,
o guiando em pântanos incertos, a fim de se satisfazer.
Por isso tanta gente sofrendo a abstinência da má distribuição.

O mundo é divido entre as pessoas que sabem 
que amar é uma necessidade básica,
e as pessoas que fingem que não, talvez nasceram 
sem fome, sem paladar, sem boca para o amor.
Só quem já fez sexo e amou ao mesmo tempo, na mesma cama,
com a mesma pessoa, entende 
a pequena diferença entre os homens e os chimpanzés.
Esse experimento comprova que basta uma só vez, e você se torna um adicto.
Todas as bobagens que cometer estarão perdoadas, 
pois o amor é uma droga, a mais poderosa do mundo.

Sol...Lua...

Freud, se fosse poeta, em vez de falar em 
consciente e inconsciente, teria dito: 
nós, como a terra, somos iluminados ora pelo sol, ora pela lua. 
Os pensamentos e sentimentos que temos 
quando iluminados pela luz do sol 
 
não são os mesmos sentimentos e pensamentos 
que temos quando iluminados pela lua. 
Sol: o mundo brilha e somos inundados por suas cores e formas. 
Lua: luz suave, cheia de sombras e indefinições. 
Sob a luz do sol nós trabalhamos. 
Sob a luz da lua amamos...

Para somar...

Que minha consciência possa sempre estar leve. 
A vida não precisa ser um jogo e eu não preciso sempre vencer alguém. 
Que eu possa sempre encontrar companheiros de percurso, 
aqueles que me ajudarão a levantar quando eu cair e aos 
quais sempre estenderei a mão quando precisarem.
 Que eu possa manter em minha vida aqueles 
que realmente querem o meu bem, 
os verdadeiros, e possa deixar pelo caminho 
aqueles que me desejam o mal 
e principalmente aqueles que fingem querer o meu bem! 
Que eu possa sempre ter a consciência tranquila de que 
venho para somar a quem cruza meu caminho, 
e nunca pra diminuir em nenhum sentido...

De um apaixonado...

Aos olhos de um apaixonado, 
toda esquina é Paris, 
toda janela um quadro,
qualquer traço, Picasso,
um sorriso Mona lisa.
Aos olhos de um apaixonado
passarinho é Quintana,
cama, paraíso
qualquer adeus fim de mundo
toda canção confissão. 
Aos olhos de um apaixonado
todo sussurro, uma prece
sessão da tarde, Felinni
um rodopio, Fred Astaire 
telefone é evento e todo dia, feriado 
Aos olhos de um apaixonado...

Por entre espaços...

Muitas vezes, a mesma solidão que assusta 
é aquela que nos mostra caminho, 
que nos mostra reflexos e imensidões. 
Há quem tema estar só, há também aqueles que 
aprenderam a se achar delicadamente por entre espaços.
  
 A verdade é, que a solidão pode assustar ou confortar. 
Isso vai depender do que busca quando está só. 
Se buscar aos outros, estarás a andar num caminho triste. 
Se buscar a ti mesmo, poderá encontrar o mundo

Rastros...

Sou entre flor e nuvem, estrela e mar. 
Por que havemos de ser unicamente 
humanos,limitados em chorar?
Não encontro caminhos fáceis de andar. 
Meu rosto vários desorienta as firmes pedras
que não sabem de água e de ar e por isso levito. 
É bom deixar um pouco de ternura e 
encanto indiferente de herança, em cada lugar.
E é esta a minha cadência.
Rastro de flor e estrela,
Nuvem e mar.
Meu destino é mais longe e meu passo mais rápido:
A sombra é que vai devagar.  

Como é e sempre foi...

Em última instância, será como é e sempre foi: 
as grandes coisas ficam para os grandes, 
os abismos para os profundos, 
 
as branduras e os tremores para os sutis 
e, em resumo, as coisas raras para os raros...

Em cada novo encontro...

Os encontros mais importantes já foram combinados 
pelas almas antes mesmo que os corpos se vejam. 
Geralmente estes encontros acontecem quando chegamos a um limite, 
quando precisamos morrer e renascer emocionalmente. 
Os encontros nos esperam. mas a maior parte 
das vezes evitamos que eles aconteçam. 
Entretanto, se estamos desesperados, 
se já não temos mais nada a perder, 
 
ou se estamos muito entusiasmados com a vida, 
então o desconhecido se manifesta, e nosso universo muda de rumo. 
Todos sabem amar, pois já nasceram com este dom. 
Algumas pessoas já o praticam naturalmente bem, 
mas a maioria tem que reaprender,  relembrar como se ama, 
e todos,sem exceção, precisam queimar na fogueira 
de suas emoções passadas, reviver algumas alegrias e dores, 
quedas e subidas, até conseguir enxergar o fio condutor que 
existe por detrás de cada novo encontro...

Vira e FICA importante...

Acredito que pés descalços é o luxo da alma. 
Que estar perto é menos físico que a gente pensa. 
Que olhos falam, palavras estragam, e silêncio grita. 
 
Que a gente quer amar pra sempre, abrir o peito, recitar poema, 
sem se preocupar com o que os outros pensam. 
Sei que o que mais vale a pena é chamado de coisa pequena, 
que vira importante quando a gente deixa de achar que é grande...

Se esparrame...

Tropece, balance, mas não caia. 
Desmonte as coisas que não foram moldadas para você. 
Desfaça os nós por entre as linhas invisíveis do tempo. 
Se acomode na poltrona do infinito, 
viaje enquanto há tempo. 
 
Encontre-se consigo no cubículo da alma, 
se esparrame por dentro, aumente o volume dos bons pensamentos,
 usufrua do que te faz melhor, mais íntegro,
 inteiro, 
sem esbarrar na covardia de viver pelos cantos,
 ao meio, incrédulo.

É uma prioridade

É muito complicado passar tanto tempo na companhia 
de alguém que a gente não curte.
De alguém que a gente não está conseguindo olhar nos olhos. 
De alguém cuja voz nos irrita.
De alguém que não conseguimos permanecer em silêncio, 
até onde o silêncio é viável. 
De alguém cuja presença faz nosso coração recuar.
 Muito além de um mero capricho, e é por isso também 
que eu insisto tanto em investir nessa relação.
É maravilhoso contar com a presença das pessoas que eu amo, 
mas, antes de tudo, estar comigo com ou sem elas, 
 
 precisa ser minimamente confortável, apesar de toda instabilidade climática
e da possibilidade de chuva ocasionais e trovoadas no decorrer do período. 
Precisa ter a maior qualidade de leveza que eu consiga. 
E, na medida do possível, precisa até ser divertido.
Afinal, não é pouca coisa: são vinte e quatro horas, ininterruptas, por dia.
Só da pra levar se rolar afeto, como diz um amigo meu. 
Só da pra levar bem se existir, um pouco que seja de amor, 
ele que, a gente sabe bem, é capaz de coisas incríveis. 
Muito mais do que um luxo, aprender a conviver melhor comigo 
é uma prioridade sempre atualizada além de ser um descanso...

"Pequenas" coisas...

A alegria é um antídoto para o medo. 
O medo surge se você não desfruta a vida.
Se você desfruta a vida, o medo desaparece. 
Assim, seja positivo e desfrute mais, 
ria mais, dance mais, cante mais. 
Torne-se mais e mais jovial e entusiasmado 
com pequenas coisas, mesmo coisas muito pequenas. 
A vida consiste em pequenas coisas, mas, se você
puder trazer a qualidade da alegria 
a pequenas coisas, o total será extraordinário.
Assim, não espere que algo grandioso aconteça. 
Coisas grandes acontecem, não é que não aconteçam,
 mas não espere que algo aconteça. 
Isso só acontece quando você começa a viver coisas pequenas, 
do dia-a-dia com uma mente nova, com um frescor novo, 
com uma vitalidade nova, com um entusiasmo novo. 
Aos poucos você acumula, e esse acúmulo um dia explode em puro deleite. 
Mas você nunca sabe quando acontecerá. 
Você precisa apenas continuar a coletar conchinhas na praia. 
A totalidade se torna o grande acontecimento. 
Quando você apanha uma conchinha ela é uma só. 
Quando todas as conchinhas estão juntas, de repente, elas são diamantes.
 Esse é o milagre da vida.
Há muitas pessoas no mundo que perdem porque estão 
sempre esperando por algo grandioso.
Não pode acontecer. 
Algo grandioso acontece somente através das pequenas coisas:
comendo, tomando café da manhã, caminhando, 
tomando banho, conversando com um amigo,
sentado sozinho olhando para o céu ou deitado em sua cama sem fazer nada. 
A vida é feita de pequenas coisas. 
Elas são a verdadeira matéria da vida.

Silent Lucidity


Existe um lugar onde eu gosto de me esconder
Uma porta em que eu adentro à noite
Relaxe criança, você estava lá
Mas apenas não percebeu e ficou assustada
É um lugar onde você aprenderá
A encarar seus medos, reconstituir os anos
E dominar os caprichos de sua mente
Governando num outro mundo
Repentinamente você ouve e percebe
Esta nova dimensão mágica
 Você não dependerá de olhos abertos para perceber que
Os muros que você construiu por dentro
Estão desmoronando e um novo mundo começará
A viver duplamente logo que você aprenda
Você está a salvo da dor no domínio do sonho
Uma alma livre para voar
Uma viagem de ida e volta dentro da sua cabeça
Mestre da ilusão, você consegue imaginar?
Seu sonho está vivo, você pode ser a guia mas...

For You

Que neste dia, DEUS te conceda um novo ânimo.
Onde quer que vá, DEUS te conduza;
Onde quer que andares, DEUS te dirija;
Onde quer que necessites ir, DEUS te acompanhe;
Quando abrires a boca para falar, DEUS te ilumine;
Quando a dúvida chegar à mente, DEUS te dê esperança;

Quando a dor chegar ao coração, DEUS te conforte;
Quando os pés vacilarem, DEUS te dê firmeza;
Quando o “desconhecido” te surpreender, DEUS te tranqüilize;
Quando os horizontes escurecerem, DEUS te ilumine;
Quando as tentações surgirem, DEUS te dê autodomínio;
Quando as mágoas acontecerem, DEUS te dê espírito de abnegação;
Quando vierem as incompreensões, DEUS te dê a capacidade do perdão;

Que em tuas esperanças, DEUS te atenda;
Que em tuas necessidades, DEUS te supra;
Que tudo que quiseres, DEUS te dê o melhor;
Que nas horas de ansiedade, DEUS te acalme;
Que em todos os planos, DEUS te dê sucesso;
Que em todos os dias da vida, DEUS continue contigo;
Que a cada amanhecer, DEUS te abençoe e te guarde;
Para que você continue sendo uma benção aonde você chegar...
Que Assim Seja... Amém...

HOJE É DIA...

Abra o coração. Estique o sorriso. 
Caminhe de mãos dadas. 
Enrole os braços em alguém. 
Coloque o coração pra perdoar. 
Diga palavras felizes ao acordar.  
Chore toda mágoa. Chore o mar inteiro. 
Balance uma criança. 
Quando se pensa no futuro portas devem 
ser abertas por dentro, ficar brilhante. 
Hoje não é dia de arrumar as memórias. 
Hoje é o dia de começar de novo. 
Sonhar de novo...

É preciso VIVER...

Me recuso a repetir a mesma falha. 
Sei que pode acontecer, que  estamos sujeitos 
a reiterar nossas ações, mas continuar errando sempre 
no mesmo ponto, pra mim, é ignorar o que eu já vivi.
Se tem uma coisa que faz cada vacilo valer a pena é o aprendizado.
Não, você não aprende na teoria.
Pode sentar alguém do seu lado com uma tese 
sobre o porquê aquilo é assim,
mas seria inútil é preciso viver.

Até acredito que existam seres superiores que se contentem 
com as experiências que escutam, mas não é a maioria.
A maioria tem que ralar os joelhinhos mesmo.
Sair capegando do tombo e aprender na marra a se equilibrar novamente.
Depois disso, é tombo novo. Erro novo. Engano novo.
Se apegar aos antigos costumes, se negar a enfrentar rumos diferentes, 
não fará você colocar em prática suas descobertas, 
muito pelo contrário, deixará você preso em velhos e cômodos hábitos.
E velhos erros não fazem caminho novo.

Mesa posta...

A vida é uma mesa posta, com venenos mortais, 
pratos insossos e outros deliciosos. 
Alguns conscientemente escolhem veneno, 
 achando que viver é sofrer, e ponto final. 
Outros comem - e vivem - sem sal.
Mas há os que, quando podem, pegam as delícias da vida 
e assim se salvam da areia movediça da depressão.

SOMOS O LUGAR...

Chega um momento, depois de algum caminho percorrido, 
em que a gente pode até considerar que avançou menos do que supunha, 
mas entende ter avançado o máximo que conseguiu até então. 
E a gente agradece, com gentileza e compaixão por todos os caminhantes, 
porque somente quem caminha sabe o valor, o tamanho, 
a conquista, de que é feita a história de cada único passo. 
Há quem pare no meio da estrada e se enrede no 
suposto cansaço que mente o medo de prosseguir. 
Há quem corra tão freneticamente de si mesmo que 
nem percebe a paisagem ao seu redor. 
Há quem pareça recuar dois passos para cada um alcançado. 
No fim das contas, todos avançam, de uma forma ou de outra, 
ainda que, aos próprios olhos e aos alheios, o avanço seja imperceptível. 
 E, nos trechos da jornada em que já é possível caminhar com mais atenção, 
respirando os sentimentos singulares de cada passo, a gente percebe 
que não há exatamente um lugar onde chegar. 
Nós somos o lugar. 
A gente percebe que pode aprender a relaxar e a usufruir também 
da viagem e que essa é forma mais hábil e generosa de avanço. 
Não há movimento que se assemelhe 
àquele que nasce de um coração contente. 

Não existe dia derrotado....

Não existe dia ruim. 
Sempre há chance do dia ser feliz. 
Mesmo que seja tarde. Mesmo que seja de madrugada. 
Uma gentileza salva o dia. Um bife milanesa salva o dia. 
Uma gola branca e engomada salva o dia. 
Uma emoção involuntária salva o dia. Nunca o dia está inteiramente perdido. 
Não devemos acreditar que uma tristeza chama a outra, 
que se algo acontece de errado tudo então vai dar errado. 
Lei de Murphy não foi aprovada pela Câmara dos Deputados. 
Confio no improviso, na casualidade, no movimento das cortinas na janela. 
Até o último minuto antes da meia-noite, você pode resgatar o contentamento. 
É uma gargalhada do filho diante da papinha, 
transformando a cadeira num imenso prato. 
É algum amigo telefonando para confessar saudade. 
 
É seu companheiro (a) procurando beijar a 
orelha mandando sinais de seu desejo. 
É o barulho da chuva na calha, é o estardalhaço do sol na varanda. 
É encontrar - iniciando na tevê - um filme que adora e já assistiu cinco vezes. 
É oferecer colo ao seu gato. É planejar uma viagem de férias. 
É terminar um livro que abandonou pela metade. 
É ouvir sua coleção de LPs da adolescência. 
É comprar uma calça jeans em promoção. 
É adormecer no sofá e receber a coberta silenciosa de sua companhia. 
É a possibilidade feminina de passar um batom e pintar as unhas. 
É possibilidade masculina de devolver a bola 
quando ela sobe a cerca num jogo de crianças. 
A felicidade é pobre. A felicidade precisa de apenas um abraço bem feito. 
Sigo esperançoso. Não coleciono tragédias. Sofro e apago. 
Sofro e mudo de assunto, abro espaço para palavras novas, para lembranças novas. 
Vejo o esforço da abelha tentando sair do vidro, 
e não sou melhor do que ela. 
Vejo o esforço da formiga carregando uma casca de laranja, 
e não sou melhor do que ela. 
Viver é esforço e nos traz a paz de sonhar – querer não fazer nada é que cansa. 
Não existe dia que não ganhe conserto. Não existe dia morto, dia de todo inútil. 
Não desista da alegria somente porque ela se atrasou. 
Pode ter recebido esporro do chefe, ainda assim a hora está aberta. 
Comer um picolé de limão é capaz de restituir sua infância. 
Não encerre o expediente com o escuro do céu. 
Pode não ter grana para pagar as contas e ter que 
escolher o que é menos importante para adiar, 
ainda assim é possível se divertir com o 
cachorro carregando seu chinelo para o quarto.
Quando acordo com o pé esquerdo, sou canhoto. Não existe dia derrotado. 


Verdadeiro encontro...

O verdadeiro encontro nasce na Alma 
e nela se deita para compor seus inteiros. 
Encontro bom é Encontro-Templo: 
lar consagrado que só abriga 
 o que faz transbordar imensos 
um sopro, um pensamento, eternidades. 
Por ele – e só por ele – ficaremos...

Por isso, DESCANSE..

Não lute mais, descanse.
Não dê força para seus inimigos, vença-os com o perdão.
Não cultive a impaciência, vença a com a segurança.
Não delapide a paz dos outros, coopere com o silêncio.
Não se afaste do seu coração, una-se a si mesmo.
Não dê trelas aos problemas, vença-os com a luz interior.
Não coopere com as críticas, supere-as com seu desprezo.
Não se deixe vitimar, assuma sua liberdade de escolha.
O bem é saber que o único meio de vencer, 
é usar a inteligência com compaixão.
Por isso não lute mais, descanse.

Living in the moment

Vivendo o momento
Viver minha vida
De maneira relaxada
Com paz na minha mente
Com paz no meu coração
Com paz na minha alma
Onde quer que eu vá
Eu já estou em casa
Vivendo o momento
 Eu estou me libertando
Das coisas que fiz
Eu deixei meu passado passar
E agora estou me divertindo mais
Estou me desapegando dos pensamentos
Que não me tornam mais forte
E eu creio que esse jeito pode ser o mesmo
Para todos

Depende da ocasião...

Mas pessoas vão embora. 
As coisas acabam. 
Relações se esvaem, paixonites escorrem pelo ralo, 
adeuses começam a fazer sentido. 
E se a gente sente com estas idas e também vindas, é porque estamos vivos. 
Cuidemos deste agora.  
Muitos já se foram para nos ensinar que a vida é 
só um bocado de momento que pode durar cem anos ou cinco minutos. 
E não importa quanto tempo você teve para amar alguém, 
mas o amor que você investiu durante aquele tempo. 
Segundos podem ser eternidades… ou não. 
Depende da ocasião.
Erga a cabeça, levante o olhar, reacenda seu amor próprio e siga em frente, 
um passo de cada vez até você sentir que está sorrindo por uma bobagem qualquer.
Perdas fazem parte da vida, precisamos vivenciá-las, mas valorize os ganhos,
as permanências de quem fica e se tranquilize, pois a vida é um eterno recomeçar.
Quem garante que esta perda não era o melhor que deveria acontecer na sua vida?
Que esta perda não é necessária para encontrar 
o que realmente será A diferença na sua caminhada? 
{Regina Zucatelli}  

Gosto...

Gosto das perdas que me tiram tudo. 
Pra sentar em mim, olhar ao redor, e ficar. 
Até redescobrir em mim força e possibilidades de recomeçar.
 Tudo que vivi já me ampliou os vãos de dentro, 
e tanto, que me sinto tão menor em mim. 
Mas, com espaços para crescer. 
Silêncio. 
Tudo que quero dizer está na ponta dos dedos. 

Tanto faz..Tanto JAZ...

Eu já vi o mundo desabar tantas vezes que, 
às vezes, parece que o mundo foi feito mesmo para gente se desfazer. 
Ainda não havia aquela vontade vital de ser imortal porque a 
morte naquele momento parecia um confronto distante entre o 
que eu sinto agora – nesse instante – e o que você sente 
quando quer reviver o que já fomos antes.
(sem ressentimentos)

Mas o amor também morre, meu amor; 
e a morte também ama, minha morte. 
E é no elo desse duelo desesperado que a gente decide se quer 
continuar fraco no amor ou se entregar forte até a morte.
Tanto faz!
Amar ou morrer é um pouco igual. 
É poder ser sincero e aceitar que nunca seremos para sempre.
Tanto jaz!
 Morrer ou amar tem um quê de banal. 
É querer ser inteiro e se despedaçar meio a meio como nunca.
Eu sei, é difícil, nunca foi fácil discernir o que é de verdade do que é de sentir…
É que eu já vi a morte desabar tantas vezes que, às vezes, 
amar não me parece tão ruim assim. 
É que eu já vi o amor desabar tantas vezes que, 
às vezes, morrer não me padece tão ruim assim.
Acredito ter visto, no meio de tantos escombros, meus ombros, 
seus olhos, meus poemas, suas coxas, meus problemas, seus cílios, 
nossos filhos (que filhos?), nossas contas, 
nossos contos e os ossos, teimosos!, das nossas alegrias. 
Ouça: a dobra do seu sorriso ainda me ri: 
“desdobre-se, meu amor, desdobre-se na morte para 
me reconstruir longe daqui, perto de ti, em mim.

Momentos...

Não são as coisas que possuímos ou 
compramos que representam riqueza, plenitude e felicidade. 
São os momentos especiais que não tem preço, 
 
as pessoas que estão próximas da gente e 
que nos amam, a saúde, os amigos que escolhemos, 
a nossa paz de espírito. 
Felicidade não é o destino e sim a viagem.

Límpido...


E eu sei que aguentar esse golpe
Nunca será fácil
Mas eu sei que dentro de mim isso não importa
O que você vai pensar de mim
Deixe ir, sem mais brigas
O tempo te mostrará o que você significa para mim
Deixo livre os meus instintos
Da escuridão, eu vou reaparecer
Da escuridão, eu vou reaparecer
Limpo, limpo

Então, AGRADEÇO

Ando repleto de incertezas. 
Meus olhos ganharam novos filtros, 
minha mente anda mais seletiva. 
Não tenho e nunca tive paciência para 
o morno, o apático, o tributável. 
Amor a gente espalha, dinheiro a gente ganha, 
problemas a gente resolve...cada qual em seu lugar. 
Talvez a minha retina apresente algum sinal de cansaço, 
mas minha alma insiste em continuar. 
Não aprendi ser de outra forma, não aprendi a doar menos. 
Reconheço minha inaptidão em lidar com a tristeza, 
mas sei que aprendo com ela. 
Então, agradeço.

Sou eu...

Tenho uma amiga que quando percebe que eu estou triste 
costuma me perguntar quem roubou a minha caixa de lápis de cor. 
Tem vez que nem pergunta, apenas comenta: 
“poxa, dessa vez levaram as cores que você mais gosta!” 
algumas vezes, quando eu choro diante dessa indagação não 
é pelas cores que não encontro na caixa 
nem por lembrar de quem supostamente as roubou. 
Choro por perceber que ainda dou aos outros o poder de roubá-las. 
Por notar que, no fim das contas, 
quem rouba os meus lápis de cor preferidos sou eu.